O Canto Visível

 

Vamos movimentar música!
Música tocada ao vivo.
Vamos criar em conjunto:
a expressão a partir da escuta.
Venha sentir como isto faz bem!
E leve este bem estar para aqueles que você ama.


Em 2017:
terças-feiras, das 18 às 20h.
Vivência experimental: R$ 100,-

Depoimentos:

"Foi ótimo, transformador. Uma vivência e tanto e também muito divertido. É um pouco complicado de transpor em palavras mas foi possível vivenciar a música num nível mais profundo. E toda a movimentação, o uso do corpo - não para dançar, mas para "movimentar" a música! (ou talvez um "permitir" que a música nos movimentasse) - acabou proporcionando mais sensibilidade e leveza de alma, além de uma apreciação mais intensa de cada obra musical. E a possibilidade de apreciar a evolução da música ao longo da história da humanidade, relacionado com a psicologia, roupas, costumes, momento histórico de cada época foi especialmente interessante. A sensação de sensibilidade aumentada, tanto aos eventos exteriores quanto interiores continuou ecoando por algum tempo após o fim do trabalho."
Rodrigo

“A experiência de praticar euritmia musical foi como sentir um sopro na alma. A melodia entra em seu corpo através de todos os sentidos. Provoca um sentimento de liberdade que transcende a sensação corpórea. O tempo e o espaço se tornam imensuráveis. Você se sente livre para “voar” e buscar algo desconhecido...”
Natália

Vagas limitadas para 7 participantes.
Venha com roupa confortável!

A euritmista:
Margrethe Skou Larsen, estudou violino na Escola Superior de Música Mozarteum em Salzburg (Áustria). Se formou em euritmia na Eurythmieschule Hamburg (Alemanha) com Carina Schmid. Pós-graduação em euritmia musical na School of Eurythmy Spring Valley, New York, com Dorothea Mier. Vive em Porto Alegre desde 2000 onde criou o ESPAÇO VIVO, um espaço artístico para conhecer e estudar Antroposofia através da vivência.
O pianista:
Luiz Mauro Filho, estudou com o pianista, arranjador e maestro Paulo Dorfman, cursou bacharelado em piano na UFRGS. Recebeu o prêmio de melhor instrumentista no III Festival de Choro de Porto Alegre (1993) e no primeiro festival de música instrumental da Moenda da Canção (2011). Participa dos trabalhos de Nei Lisboa desde 1999 (discos e shows) e de muitos outros. Atualmente atua como arranjador, compositor, acompanhador entre outros.

 

Investimento veja:

 

 


Um mundo humano existe, se nós (tu e eu) o criamos!

Endereço: Rua Castro Alves, 167 - sala 101
(Quase esquina com Ramiro Barcelos)
Independência - Porto Alegre
CONTATO:
Durante a semana:
(51) 3222.3792, das 14h às 14h30min

espaco.vivo@euritmiaviva.com

 


versão on-line