Quer conhecer uma pedagogia
que se orienta pelo ser humano?

Então participe do
MINICURSO
INTRODUÇÃO À PEDAGOGIA WALDORF:

Próximas datas ver:


PROGRAMAÇÃO:

Sábado, 11h - 13h: aula 1:
EDUCAÇÃO QUE MELHORA A QUALIDADE DE VIDA
Como sair da prisão mental? Seguindo o ritmo do coração!
Vivência corporal e conscientização.

Sábado, 15h - 17h: aula 2:
QUEM SOMOS NÓS?
Ciência Espiritual Antroposófica e Física Quântica.

Sábado, 17h30min - 19h: aula 3:
A EVOLUÇÃO DO SER HUMANO
Introdução à lei dos setênios na biografia humana.

Domingo, 9h - 11h: aula 4:
PEDAGOGIA WALDORF NA PRÁTICA
Educação no primeiro setênio (0 –7 anos).

Domingo, 11h30min - 13h: aula 5:
PEDAGOGIA WALDORF NA PRÁTICA
Educação no segundo (7 - 14 anos) e no terceiro setênio (14 –21 anos).

Investimento
veja:

Mais informações:
Via fone: (51) 3222.3792, das 14h às 14h30min.
Em outros horários, deixe nome e fone, eu retorno a ligação.
espaco.vivo@euritmiaviva.com

 

Quer tornar-se
um artista da educação?
O que significa artista da educação:
leia abaixo

Então entre no Processo de Capacitação em Pedagogia Waldorf no RS!
Nesta trilha você precisa considerar duas questões:

- o ser

- o fazer


Rudolf Steiner, o fundador da Pedagogia Waldorf, na Arte da Educação I:
" ... os Amigos não poderão ser bons professores e educadores se olharem para o que fazem, em vez de olharem para o que são. A Ciência Espiritual Antroposófica existe para que nos compenetremos da importância que possui o fato de o homem influir no mundo não só pelo que faz, mas antes de tudo pelo que é."

• O Curso de TransFormação do Educador (CTFE) se dedica ao ser;
praticamos em conjunto a nossa auto-educação:

Curso de TransFormação do Educador - Ano1


• O Curso Básico de Prática Pedagógica Waldorf (CBPPW) introduz o fazer;
através de ricas vivências: www.crisbarbosacursos.com

As aulas destes dois cursos você pode frequentar simultaneamente ou em sequência.


AULA EXPERIMENTAL GRATUITA 2017
Quartas-feiras às 18h.

CONTATO:
(51) 3222.3792, durante a semana das 14h às 14h30min, ou deixe recado.

 

Inscrição para cursos 2017:
clique aqui

O que significa artista da educação?

Arte é um conceito pouco claro nos dias de hoje. Muitos a confundem com criatividade. Porém, arte não é algo que surge por acaso. É algo precioso porque é resultado de maestria, e maestria é resultado de muito investimento e muita dedicação. Mesmo assim, arte também não surge na base do controle. Ela acontece no encontro da máxima capacidade com a máxima entrega. E neste sentido ela é um mistério. Quando acontece, sempre é uma benção, é quando o Céu encontra a Terra e a Terra encontra o Céu. Nas palavras de João Guimaraes Rosa, é “quando quanda”.

O que o artista faz? Ele relaciona os opostos. No âmbito da arquitetura isto significa relacionar as formas retas com as formas redondas, as linhas retas com as linhas redondas etc., até encontrar um equilíbrio vivo entre ambos. No âmbito da escultura significa relacionar o côncavo com o convexo, a superfície áspera com a superfície lisa etc. No âmbito do desenho significa relacionar luz e sombra, o preto com o branco etc. No âmbito da pintura significa relacionar as cores claras com as cores escuras, significa também relacionar as cores complementares, o verde com o vermelho, o azul com o laranjaetc. Na música significa relacionar o staccato com o legato, o forte com o piano, o rápido (presto) com o lento(adagio) etc. E assim vai. Vale para todos os âmbitos da arte. Como artista você tem apenas mais ou menos e com isto você está livre para criar uma obra de arte – se for capaz!

Na Pedagogia Waldorf utilizamos o termo artista da educação; ele vem do alemão: Erziehungskünstler. Um educador que deseja movimentar-se na direção da arte da educação precisa conhecer bem o seu material artístico – que é, neste caso, o próprio ser humano! Precisa tornar-se capaz de reconhecer os opostos, as polaridades na composição do mesmo. E ainda mais, precisa tornar-se capaz de observar o desenvolvimento desta composição viva durante três vezes sete anos – que é o tempo que o ser humano leva para chegar aqui na Terra.

Esta é a ocupação diária do artista da educação: observar e estudar o ser humano. Porém, isto não apenas olhando para fora, pois ele mesmo também é um ser humano e como tal composto em polaridades. Ele precisa vivenciar conscientemente a composição artística do seu próprio ser: a polaridade entre o pensar e o querer e como estes se encontram no meio, no sentir.

Esta percepção cada vez mais viva de si mesmo é a base para a sua atuação diária com as crianças. É quando ele as conduz para fora ou para dentro, no movimento entre o concentrar e o relaxar, entre o foco e a distração, quando surgem, como consequência da sua atuação, rostos pálidos ou bochechas rosadas. Este movimento se chama ritmo. E quanto mais harmonioso for o ritmo que o artista da educação é capaz de proporcionar aos seus alunos, mais saudável se torna a realidade escolar. Ritmo harmonioso, no idioma grego, se chama euritmia.

O oposto disso seria seguir mandamentos, ou seja, agir “conforme manda o figurino”. Pois, neste caso não há vida na ação do educador, e com isto também não há responsabilidade. Significa encostar-se nas regras em vez de usá-las com autonomia, flexibilidade e desenvoltura.

Agir como artista da educação é um grande ideal! E para chegar lá é preciso colocar-se a caminho. Porém, e aqui vem a boa nova: o que vale não é chegar lá, é estar a caminho. Porque ser artista significa na realidade tornar-se artista. Quem diz que é um artista já não o é mais, pois trata-se de um processo, de um constante vir a ser. E este processo, esta caminhada, tem o efeito de intensificar a vida, de trazer para ela entusiasmo e inspiração, tornando-a muito mais gostosa. Uma pessoa com tal postura as crianças simplesmente amam! Querem sempre estar perto dela e alimentar-se do seu amor pela vida, de sua luminosa irradiação.
Então o artista da educação, além de observar e estudar o ser humano vai praticar todas as artes possíveis, regularmente, para mergulhar na arte em si o quanto puder. E quando é possível unir estes dois: o estudo do ser humano através da própria arte do movimento humano, na vivência de si mesmo, do próprio ser, surge uma disciplina artística que foi criada especificamente para isto. Ela se chama ritmo harmonioso, ritmo belo: euritmia.

Praticar tal arte regularmente desperta a sabedoria que compõe e permeia o ser humano. Porque sabedoria surge em função da experiência própria, diferente do conhecimento que pode ser adquirido através daquilo que outros vivenciaram. A sabedoria que compõe e permeia o ser humano se chama, no idioma grego, Antropos (ser humano) Sofia (sabedoria). Antroposofia é a base da Arte da Educação e esta é a proposta de uma Escola Waldorf de verdade.



Um mundo humano existe, se nós (tu e eu) o criamos!

Endereço: Rua Castro Alves, 167 - sala 101
(Quase esquina com Ramiro Barcelos)
Independência - Porto Alegre
CONTATO:
Durante a semana:
(51) 3222.3792, das 14h às 14h30min

espaco.vivo@euritmiaviva.com